Sexta-feira, 14 de Maio de 2010

Rajoy e Passos Coelho: estratégias distintas

Não têm faltado elogios, de quase todos os quadrantes, ao sentido de Estado de Pedro Passos Coelho. Como exercício e reflexão valerá a pena, contudo, olhar para Espanha e para a estratégia do líder da oposição, Mariano Rajoy. O Governo socialista reconheceu, finalmente, a "dura realidade", depois de negar sucessivamente a crise económica e o risco de contágio grego. Zapatero congelou pensões, reduziu 5% os salários dos funcionários públicos e suprimiu uma das suas bandeiras eleitorais, o "cheque bebé". Duas frases de Rajoy revelam a sua estratégia: "Tudo isto seria desnecessário se o Governo tivesse actuado antes. Os espanhóis vão pagar agora a sua incapacidade". E: "O que teríamos poupado em défice, na dívida e em desprestígio, se tivesse feito caso do que dizíamos. Agora o Governo tem de governar sob tutela". Estratégias distintas em Portugal e Espanha. O futuro dirá qual delas será a mais eficaz.

publicado por afacevisivel às 00:06
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Paquito Lebre a 14 de Maio de 2010 às 15:17
Yo mato el toro!!!!
Eu pego-o de caras...
A assistencia agita lienços blancos...
Atlético de Madrid Ganou
Benfica Ganiuo
Olé!!!
Até amanhã companheiros...


Comentar post

_Mais sobre mim

_Pesquisar neste blog

 

_Setembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
17
18

19
20
25

26
27
28
29
30


_Posts recentes

_ Casamento homossexual, ab...

_ A promoção de Vara

_ A tosta mista e patriótic...

_ Um novo milagre das rosas...

_ É tão feio mentir a um il...

_ O Dia Europeu com Marijua...

_ Continuamos no pelotão do...

_ Os demónios internos do P...

_ Um país de chefes

_ O País das Maravilhas de ...

_Arquivos

_ Setembro 2010

_ Julho 2010

_ Junho 2010

_ Maio 2010

_ Abril 2010

_ Março 2010

_ Fevereiro 2010

blogs SAPO

_subscrever feeds