Quarta-feira, 21 de Julho de 2010

Autoeuropa em português

Num mundo global, não admira que os reitores de Harvard e do Insead sejam indianos. É a prova que o conhecimento e a competência não têm pátria. No entanto, a chegada à Autoeuropa de um director-geral português é um sinal de que os países também se afirmam pela sua capacidade de gerar líderes e decisores, assegurando centros de competência ( e não necessariamente de decisão) dentro da sua geografia.

publicado por afacevisivel às 00:06
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Tonho Chora a 21 de Julho de 2010 às 06:19
Ate chorei quando soube disto!!!!!
Finalmente um português para negociar com os operários em português...


Comentar post

_Mais sobre mim

_Pesquisar neste blog

 

_Setembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
17
18

19
20
25

26
27
28
29
30


_Posts recentes

_ Casamento homossexual, ab...

_ A promoção de Vara

_ A tosta mista e patriótic...

_ Um novo milagre das rosas...

_ É tão feio mentir a um il...

_ O Dia Europeu com Marijua...

_ Continuamos no pelotão do...

_ Os demónios internos do P...

_ Um país de chefes

_ O País das Maravilhas de ...

_Arquivos

_ Setembro 2010

_ Julho 2010

_ Junho 2010

_ Maio 2010

_ Abril 2010

_ Março 2010

_ Fevereiro 2010

blogs SAPO

_subscrever feeds