Quarta-feira, 15 de Setembro de 2010

Cavaco e o Senhor de La Palisse

O inventor do tabu na política portuguesa revelou ontem a sua mais recente descoberta: o princípio da melhoria incontestável, um lugar comum que permite responder com eloquência e sem se comprometer a qualquer pergunta incómoda. Já se sabia que Cavaco Silva fugiria de minudências problemáticas como a revisão constitucional, como evitará falar da regionalização ou de eleições antecipadas. A formula usada pelo Presidente permite responder a todas estas questões sem expressar uma ideia ou opinião: “Só valerá a pena fazer alterações se estivermos absolutamente certos de que vamos para melhor”. O Senhor de La Palisse não diria melhor. Não restam grandes angústias sobre o facto de no futuro todos sabermos com exactidão quais teriam sido as decisões certas. No presente, há que correr riscos e é, também para isso, que servem os politicos. Onde está o Cavaco Silva que nunca se enganava e raramente tinha dúvidas? Não é difícil adivinhar onde o conduzirá este novo princípio da melhoria inconstestável: ao Presidente corta-fitas. Será por isso que Cavaco quererá ser lembrado?

publicado por afacevisivel às 00:07
link do post | comentar | favorito

_Mais sobre mim

_Pesquisar neste blog

 

_Setembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
17
18

19
20
25

26
27
28
29
30


_Posts recentes

_ Casamento homossexual, ab...

_ A promoção de Vara

_ A tosta mista e patriótic...

_ Um novo milagre das rosas...

_ É tão feio mentir a um il...

_ O Dia Europeu com Marijua...

_ Continuamos no pelotão do...

_ Os demónios internos do P...

_ Um país de chefes

_ O País das Maravilhas de ...

_Arquivos

_ Setembro 2010

_ Julho 2010

_ Junho 2010

_ Maio 2010

_ Abril 2010

_ Março 2010

_ Fevereiro 2010

blogs SAPO

_subscrever feeds